Páginas do Blog

segunda-feira, 11 de maio de 2009

NUMEROLOGIA DO NOME

Valentina Macedo Gonçalves
O número do destino é: 3
O número da personalidade é: 8
O número da alma é: 4

Destino:
Identifica o propósito na vida
3
O comunicador. Ele não precisará fazer muito esforço para chamar a atenção. Seu bebê tem um brilho que o acompanha por toda a vida. Tímido num primeiro momento, mas extremamente cativante, é dessas crianças que fazem gracinhas, estimulando a aproximação das pessoas. Será a alegria da turminha. Vai adorar festinhas e se mostrará sempre interessado pelos mais variados temas – o que, às vezes, o deixa até confuso na hora de escolher uma atividade. São muitos os seus talentos, e ele necessita de concentração para desenvolver suas habilidades. Você terá, no entanto, que se esforçar um pouco mais para que ele aprenda a ter consciência de suas obrigações. Ajude essa cabecinha, que parece andar nas nuvens, a aterrar.

Personalidade:
Descreve como ele se comporta e se expressa no mundo
8
Dono de uma incrível força pessoal, esse bebê adora desafios. Com tamanha energia, ele vencerá qualquer obstáculo desde pequeno. Essa criança dará o melhor de si para cumprir cada tarefa em sua vida. Sua calma, no entanto, é aparente. Apenas os que conhecerem muito bem esse bebê poderão perceber que ele necessita de muito apoio familiar e uma vida equilibrada.A você, caberá ensiná-lo a lidar com o dinheiro e a controlar o individualismo.

Alma:
Revela os sentimentos, nem sempre percebidos pelas outras pessoas
4
Esse é um bebê calmo, que só se irrita quando algo está incomodando muito. Solucionada a questão, tudo volta às boas. Observador, ele sempre prefere estar junto dos adultos – se comportando tal qual – do que com as outras crianças. Aprende com facilidade e aceita bem a disciplina. Mas pode até adoecer se censurado na frente de outras pessoas ou coleguinhas. Dê a orientação de forma discreta e você será obedecida prontamente. Seu bebê tem sede de conhecimento e raciocínio lógico e gosta de transformar as instruções em resultados tangíveis. Incentive-o. Outro ponto importante é fazê-lo perceber desde cedo que as mudanças são parte de um novo aprendizado. Sem confundir muito a rotina do pequeno, ajude-o a perceber que às vezes o diferente também é bom. Isso evitará que no futuro ele tenha dificuldade em aceitar as mudanças por puro medo de perder o controle.